Browse Month: fevereiro 2016

Prefeitura de SP diz que recebeu denúncia contra Doria por cavaletes

Doria disse que não pretende impugnar a eleição por votos que possa ter perdido por causa do episódio no Tatuapé
Gustavo Rampini/Lide

A Prefeitura de São Paulo informou que recebeu a denúncia de uso de cavaletes pelo pré-candidato do PSDB, João Doria, no primeiro turno de prévias do partido na Capital, neste domingo (28). A Prefeitura disse que vai acionar o departamento jurídico para saber se houve infração à Lei da Cidade Limpa.

Doria afirmou que o uso dos cavaletes foi autorizado pelo partido, mas não soube responder se seu uso infringiu a Lei Cidade Limpa, que regula propaganda nas ruas de São Paulo.

“Mais grave que os cavaletes é a agressão. Agrediram cinco pessoas no Tatuapé, esse ‘Geleia’. Todas as informações que temos é que ele é ligado ao (Ricardo) Tripoli”, afirmou, em referência ao deputado que é seu adversário nas eleições prévias. Geleia seria o apelido de um dos militantes envolvidos na confusão.

No diretório do Tatuapé, na zona leste, houve pancadaria e uma urna foi quebrada. A polícia militar foi acionada.

— Ouvimos que teve até gente armada.

A informação do uso de armas, contudo, não foi confirmada.

Doria disse que não pretende impugnar a eleição por votos que possa ter perdido por causa do episódio no Tatuapé. Ele tampouco disse que o caso afeta seu empenho na eleição.

Votação do PSDB tem quebra-quebra na zona leste de São Paulo

— É claro que não é bom, mas foi um caso pontual. As eleições, nos demais pontos de votação, foram tranquilas.

Doria disse que o uso de propaganda pelos candidatos no dia das prévias foi autorizado pelo PSDB e pelos demais pré-candidatos. Andrea Matarazzo e o ex-governador Alberto Goldman, contudo, acusaram Doria de desrespeitar a Lei Cidade Limpa. O empresário respondeu.

— Quem está perdendo sempre reclama de tudo, é normal em uma campanha. Até do sorriso de um candidato reclamam.

O empresário disse ser, “acima de tudo”, militante do PSDB e que pode apoiar outro candidato se sair derrotado nas prévias. Doria também disse não ser contrário à composição de uma chapa puro sangue com um dos adversários.

— Pode ser, eu não tenho nenhuma contrariedade.

Conheça o R7 Play e assista a todos os programas da Record na íntegra!

Powered by WPeMatico

Morre em SP pai do deputado Celso Russomanno 

Ubirajara Russomanno ao lado de Celso e da neta Luara
Arquivo pessoal

O pai do deputado federal Celso Russomanno (PRB), Ubirajara Russomanno, morreu neste domingo (28) em São Paulo. Ele lutava contra um câncer que havia atingido os ossos e o pulmão. Em nota, o presidente nacional do partido, Marcos Pereira, lamentou a perda. Leia a íntegra do texto:

“É com tristeza e pesar que informo e lamento a morte do pai do nosso deputado federal Celso Russomanno, doutor Ubirajara Russomanno. Ele faleceu hoje em São Paulo. Deixa três filhos, netos e bisneto e muitos amigos. Aprendi a gostar e a admirar o ‘doutor Ubirajara’ devido seu grande entusiasmo, mesmo do alto dos seus mais de 80 anos, para contribuir nas campanhas de Celso. Não conseguiu realizar seu maior sonho, que era ver o filho prefeito da cidade que amava de todo o coração. Este ano, o time entrará em campo sem seu jogador mais ilustre. Desejo serenidade à família neste momento de grande dor. Que o Espírito Santo conforte a todos.

Do amigo, Marcos Pereira – presidente nacional do PRB”.

Não haverá velório e o corpo será cremado a pedido do Dr. Ubirajara. A família optou por não divulgar o local nem o horário da cerimônia.

Experimente: todos os programas da Record na íntegra no R7 Play

Powered by WPeMatico

PF diz que 'acarajé' era senha para valores ilícitos

João Santana e Mônica Moura se entregam na Polícia Federal
Suellen Lima/Framephoto/Estadão Conteúdo

Relatório da Polícia Federal indica que executivos ligados à empreiteira Odebrecht usavam em suas correspondências a palavra ‘acarajé’ como senha para entrega de valores supostamente ilícitos.

O resgate de e-mails trocados entre alvos da 23.ª etapa da Operação Lava Jato, deflagrada na última segunda-feira (22), mostra que esse tipo de expediente foi usado para blindar transações.

A alusão ao famoso quitute baiano encontrada nos registros de conversas, deu nome à operação, chamada de Acarajé, que culminou com a prisão do publicitário João Santana e de sua mulher e sócia, Mônica Moura, marqueteiros das campanhas presidenciais de Lula (2006), Dilma (2010 e 2014). Santana e Mônica, que estavam a trabalho na República Dominicana, se entregaram à PF na terça-feira (23), quando voltaram ao Brasil.

Segundo o relatório, quem providenciava os ‘acarajés’ era a secretária da Odebrecht Maria Lúcia Guimarães Tavares que, aponta a PF, operava contabilidade paralela da empreiteira.

“Tio Bel, você consegue me fazer chegar mais 50 acarajés na 4.ª feira à tarde (por volta das 15hs) no escritório da OOG, no Rio? Estou no México, mas chego de volta na 4.ª de manhã”, solicitou Roberto Prisco Paraíso Ramos a Hilberto Mascarenhas Alves da Silva Filho em mensagem do dia 27 de janeiro de 2014, às 14h33.

Em outra mensagem, de 29 de outubro de 2013, Ramos havia feito solicitação semelhante, usando o mesmo código. “Meu Tio, Vou estar amanhã e depois em SP; será que dava para eu trazer uns 50 acarajés dos 500 que tenho com você? Ou posso comprar aqui mesmo, no Rio? Tem alguma bahiana (sic) de confiança, aqui?”

Em uma das mensagens, a PF cita possível referência ao presidente afastado da Odebrecht, Marcelo Bahia Odebrecht, preso pela força-tarefa da Lava Jato desde 19 de junho de 2015 em Curitiba, acusado de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Por meio de nota, a Construtora Norberto Odebrecht diz que “não tem conhecimento da planilha apresentada pela autoridade policial e não tem como comentar a sua veracidade ou significado.”

Sobre a prisão de Santana e Mônica, a defesa do casal divulgou nota ontem em resposta à decisão do juiz Sérgio Moro em prorrogar as prisões temporárias por mais cinco dias. “Se o próprio Juiz concorda, em sua decisão, que é prematura qualquer conclusão sobre os fatos, deveria ter prevalecido a liberdade, como corolário do milenar princípio do ‘In dubio pro reo’, ou seja, “na dúvida, a favor do réu. Assessoria de imprensa.” 

R7 Play: assista à Record onde e quando quiser

Powered by WPeMatico

Polícia Civil indicia Roberto Jefferson e mais seis por fraudes em Furnas

Ex-deputado federal Roberto Jefferson
Marcello Casal Jr/ABr

A Polícia Civil do Rio de Janeiro indiciou neste sábado (27) sete suspeitos de corrupção e lavagem de dinheiro na estatal Furnas Centrais Elétricas. Entre os indiciados no relatório encaminhado ao Ministério Público, está o ex-deputado federal Roberto Jefferson, por lavagem de dinheiro, além de empresários e lobistas. De acordo com a titular da Delegacia Fazendária, Renata Araújo, o esquema, que ficou conhecido como “lista de Furnas” era feito entre 2000 e 2004.

Ainda segundo a Polícia Civil, um dos responsáveis pelo esquema era o então diretor de Planejamento, Engenharia e Construção, Dimas Fabiano Toledo, que foi beneficado pela prescrição do crime, por ter mais de 70 anos.

Por meio de nota, a Polícia Civil explicou que há indícios de superfaturamento de obras e serviços por Furnas, durante as construções das usinas termelétricas de São Gonçalo, no Grande Rio, e Campos, no norte do estado. O dinheiro era usado para financiar ilegalmente campanhas políticas e enriquecer agentes públicos, políticos, empresários e lobistas.

A ação começou na Justiça Federal, mas acabou sendo passada para a Justiça Estadual, pelo fato de Furnas ser uma empresa de economia mista e pelo desvio de fundos envolver obras de usinas dentro do estado do Rio. Estima-se que o dinheiro desviado ilegalmente para campanhas chegue a R$ 54,9 milhões.

Powered by WPeMatico

A importância da NR 10 na caracterização da periculosidade

Normalmente o que acontece quando a ameaça de mestria de força elétrica é o mestre para investigar o ambiente de trabalho, olhando para os exercícios transmitidas pelo autor da denúncia, considere como parâmetros para as suas decisões dois principais fins da Lei 7.369 / 85 e do Decreto nº 93.412 / 86, que administra.

nr_102

São estes dois focos:

– Comparação do ambiente de trabalho com a zona de perigo caracterizado na tabela associada ao decreto sobre

questão;

– Comparação dos exercícios realizados pelo trabalhador com o estabelecido no que caixa.

Estes parâmetros foram vistos como fundamentais e adequado para um extenso número de especialistas Range Master que enquanto considerando o trabalho e os exercícios realizados pelo trabalhador, contrastando-as e as exemplificadas na tabela se juntou a partir de agora, disse, a confiança que eles têm empobrecido a determinação necessário para terminar o trabalho ou não está a funcionar em condições de perigo ele não nega o escritor foi adicionalmente sua compreensão por um bom tempo, não obstante, uma folheando mais conscientes da promulgação em relação à matéria, traduzindo-o como devido , ele solicita diferindo entendimento.

nr 10

Observe o que recomendar a promulgação importante:

Lei 7.369 / 85, na sua especialidade. 2, decide a regulamentação do Poder Executivo.

Encomendar 93.412 / 86, para gerenciá-lo decide, em sua art.4º:

“Parou a atividade de ação ou dispensado com o perigo, o prémio de risco pode não mais pagos.

§ 1 – o retrato perigo ou transferência deve ser feita através de aptidão, sujeito às aquisições de artesanato. 195 e passagens do Código do Trabalho. ”

Notamos, desta forma, que o Decreto nº 93.412 / 86 é uma peça do artigo 195 do Código de conexão Lei 7.369 / 85 do Trabalho, o que nos leva a pensar sobre a sua substância.

Mão de obra. 195 do Código do Trabalho determina que o retrato e agrupamento de lamentável e perigosa, como indicado pelas normas do Ministério do Trabalho, far-vontade através de aptidão responsável pela relacionado palavra médico ou palavra relacionada engenheiro de segurança.

zika_do_bagui

Buscando após esta linha de pensamento, vemos que a NR 10 – Instalações e Serviços em Eletricidade, padrão especial MTE para a questão do poder, coordena as necessidades de lei extraordinária e sua

declaração administrativa, transmitida pela referência feita ao artesanato. 195 do Código do Trabalho.

Assim como sobre nós vemos o que está contido na NR 10 – Instalações e Serviços em Eletricidade.

5 Dicas para fazer as unhas Corretamente

unhascuidar

1. Sempre use uma base de proteção

Não pule esta etapa! Embora tarde um pouco mais de pintar as unhas, é essencial para evitar danificar a unha e garantir uma manicure mais duradoura.

 

2. Nunca passe em duas direções

Idealmente, corrigir a cal prego movendo em uma direção, como isso vai evitar danificar essas camadas e quebrar mais facilmente ou para descascar a camada superior.

 

3. removedor sem acetona

Acetona danificar profundamente a unha uma vez que incentiva-los para secar ou escamosa, para evitá-lo sempre que puder. No mercado existem produtos diferentes polonês removedor que não contém em sua fórmula, olhar para eles!

 

4. Remove fazer as unhas corretamente O segredo para remover completamente o esmalte anterior é usar bolas de algodão embebido em removedor de unhas

 

5. Três cursos

Isso é tudo que você precisa para colorir as unhas para aplicar. Com pincel na mão ea cor o número do selo, você só tem que fazer três movimentos para torná-lo perfeito: começa na base da unha no centro, então o lado esquerdo e depois à direita. Volia!

Bellissima Cosméticos – http://www.belissimacosmeticos.com.br