Browse Month: dezembro 2016

STJ nega liberdade a ex-assessor de Cabral

Cabral foi preso em 17 de novembro durante a Operação Calicute, no Rio
Fernando Frazão/17.11.2016/Agência Brasil

O STJ (Superior Tribunal de Justiça) negou o pedido de habeas corpus de Paulo Fernando Magalhães Pinto, ex-assessor especial de Sérgio Cabral (PMDB), ex-governador do Rio de Janeiro. Segundo o STJ, a decisão foi da presidente tribunal, ministra Laurita Vaz. Preso preventivamente durante a Operação Calicute, Magalhães já havia tido liberdade negada pelo TRF (Tribunal Regional Federal).

O empresário é suspeito de lavar e ocultar ativos de Cabral, entre eles helicóptero, lancha avaliada em R$ 5 milhões, além da cessão de um escritório comercial, alugado por R$ 42 mil, que teria representado vantagem financeira de mais de R$ 1 milhão ao ex-governador.

Segundo o STJ, a defesa alega que a liberdade do empresário não significaria um risco para as investigações, até mesmo pela indisponibilidade dos bens dele. “Há outras medidas cautelares que podem cumprir, com a mesma eficácia, o papel desempenhado pela prisão preventiva, sobretudo, se for levado em consideração que o ora paciente não exerce mais qualquer função pública e ainda está com os seus bens indisponíveis”, escreveu a defesa.

Para a ministra, a prisão preventiva se justifica pelo acervo nos autos que implica o empresário em reiteradas condutas de “altíssimo grau de reprovabilidade”, e a necessidade de se estancar a prática criminosa e evitar outras ações no sentido de ocultar bens e valores.

Na decisão, a ministra também cita a necessidade de se interromper ou diminuir a atuação de integrantes de organização criminosa como fundamental para “a garantia da Ordem Pública”.

Powered by WPeMatico

PT deve apurar atos de Dirceu e Palocci, diz Falcão

Falcão deixará o comando do PT no primeiro semestre de 2017
José Cruz/17.03.2015/Agência Brasil

Em entrevista ao Estado, o presidente nacional do PT, Rui Falcão defendeu a abertura de um processo interno para tratar das denúncias de corrupção contra petistas importantes como os ex-ministros José Dirceu e Antonio Palocci, que cumprem prisão preventiva em Curitiba. É a primeira vez que o dirigente máximo petista defende a apuração de atos ilícitos de filiados graduados desde a eclosão da Operação Lava Jato, em março de 2014. Falcão deixará o comando da sigla no primeiro semestre do ano que vem

— (O PT vai discutir internamente as acusações) Como já fez em vários casos, alguns deles inclusive resultando em expulsão. 

De que forma o PT vai fazer oposição a Temer em 2017?

Eles deram o golpe com duas promessas para a população: acabar com a corrupção que eles atribuíam ao PT e recuperar a economia no curto prazo. Não fizeram nem uma coisa nem outra. Então é preciso dar um fim neste programa recessivo com a substituição do governo. É por isso que nós temos dito, e isso tem tido eco na sociedade, que é preciso antecipar as eleições.

Desde 2014 muita gente já alertava para o risco de crise, mas o PT manteve modelo e reelegeu Dilma com discurso de que estava tudo bem. O PT mentiu ou foi incompetente?

Eles dizem que o problema do País foi a gastança. Na verdade os problemas foram a “desonerança” e a queda da arrecadação. Tenho números oficiais que mostram como os gastos gerais evoluíram nos governos FHC, Lula e Dilma. No segundo mandato de FHC foram 3,9% do PIB, no primeiro de Lula 5,2% e no primeiro de Dilma 3,8%. Nos gastos com pessoal o primeiro governo de Dilma teve uma redução de 0,3% enquanto nos Estados aumentou 5,5% ao ano. O equívoco do segundo governo Dilma foi iniciar o mandato vendo a crise e apontando para um diagnóstico incorreto a meu ver de solução, querendo dialogar com o mercado que já estava embarcando em outra canoa.

Explique melhor a proposta do PT de um processo Constituinte.

Nos momentos de grave crise costuma existir um pacto das forças políticas para convocar uma Assembleia Constituinte. Não acho que existem condições hoje para isso, mas há clima, sim, para dentro da convocação de eleições, construir um processo que possa levar à uma Constituinte.

Por quê? A Constituição de 1988 não é suficiente?

A Constituição já recebeu mais de 30 ou 40 emendas. E além disso está sendo destruída sem uma Constituinte. Está sendo destruída na prática como é o caso da PEC 55. Você se vale da correlação de forças atual em um governo ilegítimo para desmontar o que foi construído durante décadas.

O tipo de relação que Lula manteve com empreiteiras incomoda o partido?

Não. A relação que ele teve com as empreiteiras é pública. Ele ajudou de forma legítima para que estas pudessem ter contratos no exterior gerando empregos e divisas para o Brasil. Fez palestras para essas empresas, todas declaradas e comprovadas.

Leia mais notícias sobre Brasil e Política

O senhor e o PT têm dito que não existe plano B para a Presidência da República, o nome é Lula. Mas Lula corre o risco de ficar inelegível. O que o PT vai fazer neste caso?

A melhor maneira de tentar barrar essa interdição é colocar publicamente para a população a pré-candidatura do Lula com um programa de reconstrução da economia nacional. Porque assim ficará muito claro para a população qual o objetivo dessa perseguição. Aí não será mais um eventual pretendente. Será a interdição de alguém que se coloca publicamente como candidato.

Ao longo dos governos Lula e Dilma o PT abriu mão de bandeiras históricas em nome da governabilidade.

Isso é uma coisa que nós devemos mudar. Não é possível mais aceitar rebaixar o programa, um programa histórico, avançado, para eventualmente conquistar votos. O PT tem que se aplicar mais na disputa de ideias na sociedade.

O PT se acomodou no poder?

Em vários momentos nos adaptamos ao sistema como quando, por exemplo, sempre termos combatido o financiamento empresarial, nos beneficiamos dele.

Vocês vão insistir para que Lula seja presidente do PT?

Sim. Ele está sendo parcialmente convencido. Por exemplo, uma das alternativas que ele havia sondado para dirigir o partido era o Luiz Marinho, que já se posicionou que quer ser candidato a presidente do PT de São Paulo.

Muita gente no PT defende que o partido faça uma autocrítica pública em relação aos erros cometidos nos últimos anos.

Precisa ver o que necessariamente é autocrítica e para quem você faz. O reconhecimento de que há várias práticas equivocadas no interior do PT a gente tem que corrigir internamente. O congresso é o momento para dosar e medir que tipo de balanço você faz.

O PT vai punir casos individuais de corrupção?

Nós vamos avaliá-los a nosso próprio juízo dado o processo de parcialidade que tem na Justiça brasileira hoje.

Como?

Primeiro, em relação a quem está preso, nós não queremos agravar a situação de ninguém instituindo um tribunal para julgá-los agora. Segundo, temos mecanismos internos, comissão de ética, uma corregedoria, para avaliar comportamentos de filiados dentro das nossas regras com direito de defesa, contraditório, no devido processo legal do PT. Nós não aceitamos, na conjuntura atual como foi o mensalão e Lava Jato, um processo de julgamento enviesado e viciado.

José Dirceu e Palocci, por exemplo, devem ser submetidos aos mecanismos internos do PT?

Vamos dar o direito de defesa a todos companheiros que são acusados sem provas, através de delações, de terem comportamento incorreto. Não só a Zé Dirceu e Palocci.

Como?

Ouvindo, permitindo que eles se manifestem, porque na condição que eles estão hoje não têm como fazer isso.

Mas o partido vai ouvir só a defesa ou eles serão avaliados de uma forma crítica?

Sim. Eles terão oportunidade de se manifestar e nós vamos ouvi-los como em todas as averiguações internas que se faz.

Em qual instância? Comissão de Ética?

Ou na Comissão de Ética ou mecanismos que o Congresso do partido venha propor. Tenho visto várias propostas em andamento de que façam uma ampla audiência. Tem proposta inclusive de submeter isso depois a entidades internacionais para mostrar a amplitude dos nossos processos.

Então o PT vai discutir estes casos?

Sim, como já fez em vários casos, alguns deles inclusive resultando em expulsão.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Powered by WPeMatico

Renúncias de arrecadação do INSS somam R$ 330 bilhões em seis anos

OAB-SP divulgou nota de repúdio contra a Reforma da Previdência
Luciano Claudino/Estadão Conteúdo

As propostas de mudanças nas regras da aposentadoria e na concessão de benefícios previdenciários foram apresentadas pelo governo do presidente Michel Temer (PMDB) com a justificativa que o equilíbrio econômico da Previdência Social está profundamente ameaça pelo déficit (saldo negativo entre a arrecadação das contribuições e as despesas com os benefícios) e o envelhecimento da população brasileira. 

No entanto, um dado que não entrou nas contas do governo para pintar o cenário de calamidade, com projeção de déficit de R$ 181 bilhões já em 2017, foi a soma dos valores que deixam de entrar nos cofres do INSS por conta da renúncias ficais.

Leia mais notícias de Economia

Basicamente, a renúncia é a desoneração da folha de pagamento das empresas com a isenção ou redução da contribuição previdenciária, medida tomada pelos governos anteriores e mantida pelo atual para combater a recessão econômica.

Em via de regra, as empresas descontam 8% do salário do empregado e recolhe, do próprio caixa, o equivalente a 12% da folha para o INSS.

De acordo com o advogado Gulherme Portanova, conselheiro jurídico da Cobap (Confederação Brasileira dos Aposentados e Pensionistas) e membro do Movimento Pela Verdade na Previdência Social, quando se inclui os valores que o governo voluntariamente abre mão de receber a tese de Previdência quebrada cai por terra.

“Nos últimos cinco anos, as renúncias fiscais, desonerações de folha de pagamento, foram de R$ 270 bilhões e que o governo atual já projetou para 2017 uma renúncia de valor superior a R$ 60 bilhões. Isso dá R$ 330 bilhões em seis anos. Se a Previdência está quebrada como é que se renúncia a R$ 330 bilhões? Os dez maiores devedores da Previdência, apenas os dez maiores, devem R$ 350 bilhões para os cofres da Previdência. Tudo dá quase R$ 1 trilhão. Está claro que não existe necessidade de Reforma como essa, ajustes sim. No entanto, sem a retirada de direitos”, disse Portanova.

A soma das renúncias acumuladas em seis anos, contando com 2017, é 1,8 vez maior do que a projeção de déficit do INSS para o ano que vem. 

Déficit do INSS é fictício e fruto de manipulação de dados, diz confederação dos aposentados

A OAB-SP (Ordem dos Advogados do Brasil Secional de São Paulo) divulgou uma nota pública de repúdio com ponderações e críticas à proposta de Reforma da Previdência do governo Temer. 

“A OAB-SP se manifesta no sentido de propor amplo debate perante a sociedade quanto ao tema, visto que se está lidando com o futuro de uma nação e de várias gerações. Sendo que a OAB SP, realizará no mês de janeiro, audiência pública, visando um amplo debate sobre o tema proposto”.

Ainda segundo a nota, a PEC 287 causa desigualdades. “Ademais, observa-se que o referido projeto, na redação que possui, limita de forma demasiada o acesso do cidadão e da cidadã brasileira à cobertura social, situação que não pode ser tolerada ou aceita sem que haja a possibilidade do debate (…)projeto não coloca todos os trabalhadores, quer de iniciativa privada ou pública, em mesmo nível, mas passa a gerar segregação entre os grupos na sua pior forma e formato”.

Outro lado

A Secretaria de Previdência Social, órgão ligado ao ministério da Fazenda, enviou uma nota ao R7 rebatendo as observações feitas pela Cobap acerca das renúncias previdenciárias. 

De acordo com a pasta, “a renúncia previdenciária é recurso que não entrou, por isso, ao calcular os recursos da Previdência não se pode contar com esse valor. Mesmo que tivesse os recursos provenientes das renúncias, a Previdência Social ainda seria deficitária”, diz a nota.

Além disso, “parte das renúncias não são de grandes empresas. Elas são para permitir alíquotas de contribuição diferenciadas para: Microempreeendedor Individual e Simples Nacional”. 

Outra parte do valor que compõe a conta das renúncias inclui as entidades filantrópicas, que por lei não são obrigadas a pagar o INSS. A secretaria também fez questão de ressaltar que todos os dados e valores sobre renúncias previdências são divulgados de forma transparente pelo governo no site da Previdência Social. 

Powered by WPeMatico

Pelo menos 50 pessoas procuraram consulado após Venezuela fechar fronteira com o Brasil

Maduro afirma que decisão visa conter circulação da moeda venezuelana

Após a Venezuela fechar as fronteiras com o Brasil e a Colômbia até 2 de janeiro, cerca de 50 pessoas entraram em contato com o vice-consulado do Brasil em Santa Elena de Uiaren, cidade brasileira que faz fronteira com o estado de Roraima, querendo voltar ao Brasil.

Sobre do fechamento da fronteira venezuelana, o Ministério das Relações Exteriores afirma que estão sendo “realizadas gestões com vistas a buscar uma solução para o caso dos brasileiros que desejem retornar ao Brasil”.

O Itamaraty pede que os brasileiros que necessitem de assistência consular emergencial para retornar ao País devem contatar o Vice-Consulado do Brasil em Santa Elena de Uiarén.

Leia mais notícias de Brasil e Política

O anúncio da prorrogação do fechamento das fronteiras, inciado no dia 13, foi feito ontem pelo presidente venezuelano Nicolás Maduro e, oficialmente, é uma medida para “continuar com as políticas destinadas a derrotar as máfias criminosas que operam para retirar papel-moeda [de circulação] e, dessa maneira, atacar a estabilidade econômica e social do povo venezuelano”. A prorrogação foi divulgada pela Agência Venezuelana de Notícias.

Segundo a Agência Lusa, milhares de venezuelanos estão impedidos de receber o salário, que é pago quinzenalmente no país, devido à falta de notas nos bancos, onde há vários dias se registram diariamente longas filas de clientes. Ontem, o presidente Maduro também anunciou a prorrogação até 2 de janeiro da nota de 100 bolívares.

Powered by WPeMatico

como-medir-a-intensidade-do-trieno-2

Como Medir a Intensidade do seu Treino para Hipertrofia

Veja dicas para saber se está treinando pesado ou não

Excessivamente você mesmo

Cuidado de empurrar-se demasiado duro demasiado frequentemente. Se você está com falta de ar, dor ou não pode trabalhar, enquanto você planejou, a sua intensidade do exercício é provavelmente maior do que seu nível de aptidão permite. Retroceda um pouco e construir a intensidade gradualmente.

Medindo a intensidade usando sua freqüência cardíaca

Outra maneira de medir a sua intensidade de exercício é ver o quão duro seu coração está batendo durante a atividade física. Para usar este método, você primeiro tem que descobrir sua freqüência cardíaca máxima – o limite superior do que seu sistema cardiovascular pode manipular durante a atividade física.

A maneira básica de calcular sua freqüência cardíaca máxima é subtrair sua idade de 220. Por exemplo, se você tem 45 anos, subtraia 45 de 220 para obter uma freqüência cardíaca máxima de 175. Este é o número máximo de vezes que seu coração Deve bater por minuto durante o exercício.

Uma vez que você conhece sua freqüência cardíaca máxima, você pode calcular a sua meta desejada zona de freqüência cardíaca – o nível em que seu coração está sendo exercido e condicionado, mas não sobrecarregado.

Veja como a frequência cardíaca combina com os níveis de intensidade do exercício:

Intensidade moderada do exercício: 50 a 70 por cento da sua frequência cardíaca máxima
Intensidade vigorosa do exercício: 70 a 85 por cento de sua freqüência cardíaca máxima
Se você não está apto ou você está apenas começando um programa de exercícios, aponte para a extremidade inferior da sua zona-alvo (50 por cento). Em seguida, gradualmente construir a intensidade. Se você é saudável e quer uma intensidade vigorosa, opte pela extremidade superior da zona.

Como determinar sua zona de destino

Use uma calculadora on-line para determinar a sua zona alvo de freqüência cardíaca desejada. Ou, aqui está uma maneira simples de fazer a matemática você mesmo. Se você está apontando para uma taxa de coração alvo de 70 a 85 por cento, que está na faixa vigorosa, você iria calculá-lo como este:

Subtraia a sua idade de 220 para obter o seu ritmo cardíaco máximo.
Calcule seu ritmo cardíaco de repouso contando batimentos cardíacos por minuto quando você está em repouso, como a primeira coisa na manhã. É geralmente entre 60 e 100 batimentos por minuto para o adulto médio.
Calcule sua reserva de freqüência cardíaca (HRR) subtraindo sua freqüência cardíaca de repouso de sua freqüência cardíaca máxima.
Multiplique seu HRR por 0.7 (70 por cento). Adicione a sua frequência cardíaca de repouso a este número.
Multiplique seu HRR por 0.85 (85 por cento). Adicione a sua frequência cardíaca de repouso a este número.
Estes dois números são a frequência cardíaca da zona de treino. Sua freqüência cardíaca durante o exercício deve ser entre estes dois números.
Por exemplo, digamos que sua idade é de 45 anos e você quer descobrir a sua meta de freqüência cardíaca de treinamento. Subtrair 45 de 220 para obter 175 – este é o seu ritmo cardíaco máximo. Em seguida, calcule seu HRR subtraindo sua freqüência cardíaca de repouso de 80 batimentos por o minuto de 175. Seu HRR é 95. Multiplique 95 por .7 para começar 66.5, a seguir adicione sua freqüência cardíaca de descanso de 80 a começ 146.5. Agora multiplique 95 por 0,85 para obter 80,75, em seguida, adicione a sua freqüência cardíaca de repouso de 80 para obter 160,75. Assim, o seu alvo para a sua freqüência cardíaca zona de treinamento deve estar entre 146,5 e 160,75 batimentos por minuto.

Como saber se você está na zona

Veja o vídeo com uma dica IMPORTANTE:

Então, como você sabe se você está em sua zona de freqüência cardíaca alvo? Siga estas etapas para verificar sua freqüência cardíaca durante o exercício:

Pare momentaneamente.
Tome seu pulso por 15 segundos. Para verificar o seu pulso sobre a artéria carótida, coloque o seu índice e terceiros dedos no pescoço para o lado de sua traquéia. Para verificar o seu pulso no pulso, coloque dois dedos entre o osso eo tendão sobre a sua artéria radial – que está localizado no lado polegar de seu pulso.
Multiplique esse número por 4 para calcular suas batidas por minuto.
Aqui está um exemplo: você parar de se exercitar e tomar seu pulso por 15 segundos, recebendo 33 batidas. Multiplique 33 por 4, para obter 132. Se você tem 45 anos, isso coloca você no meio de sua zona de freqüência cardíaca alvo para o exercício vigoroso, uma vez que a zona é de 123 a 149 batimentos por minuto. Se você estiver abaixo ou acima de sua zona de freqüência cardíaca alvo, ajuste sua intensidade de exercício.

Dicas de frequência cardíaca alvo

É importante notar que a freqüência cardíaca máxima é apenas um guia. Você pode ter uma freqüência cardíaca máxima maior ou menor, às vezes em até 15 a 20 batimentos por minuto. Se você quiser uma gama mais definitiva, considere discutir sua zona de freqüência cardíaca alvo com um fisiologista do exercício ou um personal trainer.

Geralmente, apenas os atletas de elite estão preocupados com esse nível de precisão. Eles também podem usar cálculos ligeiramente diferentes que levam em conta diferenças de gênero em zonas meta de freqüência cardíaca. Essas diferenças são tão pequenas que a maioria dos atletas casuais não precisa de cálculos separados para homens e mulheres.

Observe também que vários tipos de medicamentos, incluindo alguns medicamentos para diminuir a pressão arterial, podem reduzir a freqüência cardíaca máxima e, portanto, diminuir a zona de freqüência cardíaca alvo. Pergunte ao seu médico se você precisa usar uma zona de freqüência cardíaca inferior alvo por causa de quaisquer medicamentos que tomar ou condições médicas que você tem.

Curiosamente, a pesquisa mostra que o treinamento de intervalo, que inclui ataques breves (cerca de 15 a 60 segundos) de maior intensidade

boating1

Dicas para viver melhor – Karen Elizabeth Queiroz

Veja dicas para melhorar sua qualidade de vida por Karen Elizabeth Queiroz

Felicidade: É o que buscamos – todos nós. Mas como, exatamente, chegamos lá? Pedimos inspiração de pessoas que parecem tê-lo descoberto. Aqui, 16 especialistas de Colombo oferecem suas dicas para viver bem.

Acesse: http://www.agenciasustentavel.com.br

1. Tire um tempo para descobrir quem você está fora do seu papel de mãe, esposa, amigo, empregado … e viver a vida que ela mais quer viver.

2. Avalie o que uma vida bem-sucedida significa para você e, em seguida, faça as mudanças necessárias para vivê-la.

3. A felicidade é uma escolha e um modo de vida que podemos escolher para nós mesmos. Escolha!

4. Deixe de lado a “culpa da mãe” que você sente por cada pequena coisa que você acha que está fazendo errado. Você é incrível – dê um pouco de crédito.

5. Aprender a se preocupar mais com o que você sente do que as outras pessoas vão pensar de suas escolhas.

6. Cultivar uma atitude de gratidão pela vida que você tem e você vai apreciá-lo mais plenamente.

7. A vida é suposto ser divertido. Ter mais do que isso!

8. Aprenda a dizer “não”.

9. Perdoe a todos de tudo.

10. Viva na possibilidade a cada momento.

11. Lembre-se que ninguém é responsável pela sua felicidade, mas você.

12. Saiba que você tem tudo o que precisa.

13. Medir sua riqueza, contando suas bênçãos.

14. Evite overcommitting. Antes de assumir quaisquer novas responsabilidades, identificar duas obrigações atuais de queda.

15. Ore como se tudo dependesse de Deus; Trabalho como se tudo dependesse de você.

16. Sempre tenha um bom amigo em quem possa confiar e confiar, segundo Karen Elizabeth Queiroz.

17. Exercício todos os dias, mesmo que seja por apenas 20 minutos.

18. Divirta-se: Não se leve muito a sério.

19. Alimente sua alma com flores. Mercado Blooms no Mercado Norte tem belas flores frescas, e eu desfrutar do Parque das Rosas e do Conservatório.

20. Alimente sua alma com respiração, alongamento, yoga restaurador, Pilates e trabalho de energia. Uma oficina em Yoga on High pode dar-lhe ferramentas para casa.

21. Sinta-se orgulhoso de sua cidade: Visite o Columbus Museum of Art, o Centro Wexner, CCAD e Short North e Bexley galerias.

22. Perde-se na música. Assuma um desempenho do projeto Harmony.

23. Saia daqui. A natureza cura. E Columbus tem um grande espaço verde para explorar-The Topiary Park, Serenity Garden no Franklin Park Conservatory e Inniswood Metro Garden em Westerville são lugares favoritos.

24. Seja criativo. Faça uma aula de culinária no Farmhouse experiente ou The Kitchen, ou faça arte com amigos no Creative Art Studio.

25. Leia. Uma boa história oferece uma perspectiva diferente e uma melhor compreensão dos sentimentos de outras pessoas. Columbus Metropolitan Library é classificado como o número 1 do país.

26. Cerque-se de pessoas felizes. Escrever cartas. Cante no topo de seus pulmões. Ouço. Fique preso, levado. Como as coisas do jeito que elas são.

27. A pesquisa mostra que as crianças aprendem a se comportar observando o que seus pais fazem: Quando eu pular o autocuidado, estou ensinando meus filhos também.

28. Você é seu melhor especialista em bem-estar. Aconselhamento das autoridades é útil, mas não tenha medo de modificar se não faz você se sentir bem.

29. Diga não às dietas restritivas e de baixo teor calórico. Período.

30. Se você quiser perder peso, você pode precisar trabalhar fora do seu “não” músculo.

(“Não, eu não posso trabalhar até tarde esta noite”, “Não, eu não posso me envolver naquela caridade.”)

31. Para estar bem, fazer mais do que faz você se sentir como um milhão de dólares e menos do que puxa você para baixo nos lixões.

Veja mais de Karen em:

 

http://karenelizabethqueiroz.bravesites.com

 

 

http://karenelizabethqueiroz.tumblr.com

 

 

http://karenelizabethqueiroz.jigsy.com

 

 

http://karenelizabethqueiroz.yolasite.com

 

 

https://karenelizabethqueiroz.wordpress.com

 

 

http://karenelizabethqueiroz.page.tl

 

 

http://karenelizabethqueiroz.webgarden.com

 

 

http://karenelizabethqueiroz.beep.com

 

 

http://karenelizabethqueiroz.jimdo.com

 

 

http://karenelizabethqueiroz.snack.ws

 

 

http://karenelizabethqueiroz.webnode.com

Delação da Odebrecht deve provocar obstruções na reforma da Previdência

A PEC será lida na sessão da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) desta segunda-feira (12), e deputados governistas devem pedir mais um tempo para analisá-la
AG. CÂMARA


A delação do ex-diretor de relações institucionais da Odebrecht, Cláudio Melo Filho, deve trazer resistências à aprovação da PEC da reforma da Previdência na Câmara, por atingir o governo Temer.

A PEC será lida na sessão da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) desta segunda-feira (12), e deputados governistas devem pedir vista (um tempo para análise) para, após duas sessões do plenário, começar a votação na quarta-feira. No entanto, a oposição e o PSB, da base do governo Temer, falam em obstruí-la.

O deputado Júlio Delgado (PSB-MG), um dos quatro integrantes do partido na CCJ, justifica que a delação agrava a crise política. “Temos clima para votar uma reforma que mexe tanto com as pessoas?”, questiona. “Não adianta correr igual coelho, para depois a aposentadoria do cidadão ser a passo de tartaruga”.

Planalto vê conteúdo de anexo com ‘preocupação’

“Se, para debater, for preciso obstruir, nós vamos”, reforça Tadeu Alencar (PSB-PE), líder do partido na Câmara.

O PR, partido do ‘Centrão’ e alinhado à base do governo, não está fechado quanto ao tema, mas o deputado Delegado Waldir (PR-GO) vê motivos para a CCJ não aprovar a matéria ainda nesta semana. 

“Eu penso que governo está abalado, treme com as delações trazidas pela Odebrecht, eu acho que deveríamos adiar esta discussão para o próximo ano, até que nós tenhamos mais estabilidade no governo”, disse Waldir, um dos seis integrantes do PR na CCJ.

Delação atinge candidatos no Congresso e a ministério

Com sete integrantes na CCJ, o PT vai entrar com um “kit obstrução”, de acordo com o líder do partido, Afonso Florence (PT-BA). “Claro que o governo tem uma maioria muito expressiva, mas vamos buscar dificultar, porque a PEC retira muitos direitos. Há, entre nós, os que defendem que não devemos ficar no plenário se eles forem votar”, disse.

Aécio e Kassab são citados em delação de ex-executivo da Odebrecht

Deputados e senadores do PT terão uma reunião no fim da tarde com o PCdoB e o PDT para traçar estratégia de fortalecimento da oposição ao governo. Rede e o PSOL serão convidados para a reunião.

O deputado Chico Alencar, do PSOL, engrossa a crítica. “A delação aponta que Governo e o Parlamento vêm implementando políticas, projetos de lei e iniciativas legislativas movidas a dinheiro e interesse privado”, disse. “Quem elaborou matéria tão complexa para o relator Alceu Moreira, também do PMDB, apresentar seu relatório em tempo recorde? Essa correria é muito suspeita”, questionou Alencar.

O relator Alceu Moreira (PMDB-RS), que chegou a se autointitular ‘The Flash’, pela rapidez com que entregou o relatório, diz que o responsável pelo ritmo da tramitação é o presidente da CCJ – Osmar Serraglio (PMDB-PR). “Só tenho de relatar a admissibilidade, e é algo jurídico e técnico”, disse Moreira. 

Powered by WPeMatico

Após reunião de emergência, Temer vai a jantar na casa de Rodrigo Maia

Presidente também deve avançar na decisão do comando da Secretaria de Governo — o nome de deputado Antonio Imbassahy (PSDB-BA)
Marcos Corrêa/07.11.2016/PR

O presidente Michel Temer participou, na noite deste domingo (11), de um jantar na residência oficial do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM). No encontro, o presidente e parlamentares da base aliada devem conversar sobre a agenda do Congresso desta semana.

Temer ficou pouco mais de uma hora no local. O secretário de Programa de Parceria e Investimentos (PPI), Moreira Franco, também participou do jantar na casa de Maia, que é genro de Moreira. o ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM), também esteve.

O objetivo do governo é reagir, na última semana de atividades no Legislativo no ano, a mais uma crise política mostrando “trabalho”. Para isso, o governo pretende demonstrar força garantindo a votação da chamada PEC do Teto dos Gastos e do Orçamento.

Padilha foi operador de Temer, afirma revista

Nas conversas com os parlamentares o presidente também deve avançar na decisão do comando da Secretaria de Governo, apesar do último imbróglio envolvendo a possível nomeação do deputado Antonio Imbassahy (PSDB-BA), que chegou a ser dado como certo no cargo. A decisão, entretanto, foi suspensa por conta de pressão de parlamentares do ‘Centrão’ (PSD, PP, PR, PTB entrou outros).

Planalto vê conteúdo de anexo com ‘preocupação’

Temer recebeu neste domingo (11) Imbassahy no Jaburu e o nome do deputado ainda segue como um dos mais cotados para o cargo. Antes de bater o martelo, o presidente vai acertar nos próximos dias os últimos detalhes com o presidente do PSDB, Aécio Neves, e com parlamentares do Centrão.

Governo vai lançar pacote com oito medidas de estímulo à economia, diz Rosso

 

 

Powered by WPeMatico

scott-wells-queiroz-3

Coisas Que Apenas Engenheiros Entendem – Scott Wells Queiroz

Coisas que os engenheiros entendem por Scott Wells Queiroz

Depois de anos de loucura estudando horas, insano exames e expectativas selvagens, você fez isso! Você é engenheiro! Seja mecânico, elétrico, aeronáutico, ambiental, informático, civil, industrial (você tem a idéia …), você pode orgulhosamente dizer às pessoas que você é um engenheiro.

Se você pudesse fazê-los parar de pedir-lhe para consertar o seu frigorífico, ou explicar-lhes, em termos leigos, o que é exatamente o que você faz.

Aqui estão 15 coisas que apenas um engenheiro iria entender.

Scott Wells Queiroz.

1. Você estava praticamente em um relacionamento com sua bebida com cafeína de escolha.

scott-wells-queiroz6-3
O código não funciona como deveria. Você precisa de uma semana para entender as equações matemáticas antes que você possa até mesmo quebrar a parte de engenharia dele. A placa de circuito não funciona devido a um componente queimado. Se havia algo que poderia dar errado, ele fez. Não foram o suficiente horas no dia, mas que’s OK. Você não precisa dormir. Você tem Red Bull!
2. Você desmontou um rádio ou a parte de trás da televisão apenas para ver o que estava dentro.
Sua mãe estava furiosa, mas você fez isso inúmeras vezes novamente desde então. Acho que você deve um rádio à sua mãe.

3. Seu tamanho da classe foi cortado sempre na metade pelo fim da semana da gota.
Você entra no primeiro dia de aula. Todos os assentos são tomados. Até o final daquela semana de queda, metade desses alunos desapareceu. E pela primeira tarefa, você meio que queria que você tivesse deixado também.

scott-wells-queiroz6-2
4. Todo mundo que sabe que você é um engenheiro acha que você pode consertar seus aparelhos domésticos.
OK, então talvez haja momentos em que você pode consertá-lo. Mas não foi para isso que você foi à escola. Você trabalhou em projetos intrincados. Você veio acima com teorias revolucionárias e tecnologia. Você sentou em um ponto e codificado para noites em fim. Você não foi à escola para consertar o frigorífico de alguém ou uma máquina de Keurig que está no fritz!
5. Ao contrário da # 4, você modificou um aparelho doméstico que estava funcionando perfeitamente apenas para torná-lo melhor.
Não é suficiente se algo só funciona perfeitamente. Deve trabalhar para suas necessidades pessoalmente desejadas. Caso em questão: Conheço um engenheiro da NASA que programou sua máquina Keurig para seu celular. Dessa forma, ele pode ligá-lo da cama sem esforço. Ah, a vida amigável de um engenheiro!
6. As meninas eram seres praticamente míticos.
Como engenheira, eu era um unicórnio no mundo há anos. Às vezes, havia uma outra garota na classe, que era duas vezes mais do que eu estava acostumado. Felizmente para todos nós, há mais mulheres entrando no mundo da engenharia. “Quem controla o mundo? Meninas! ”

scott-wells-queiroz6-1
7. Quando uma criança lhe faz uma pergunta simples, você explica a resposta mais elaborada possível.
Uma menina pergunta-lhe: “Por que está chovendo?” Você começa a explicar o ciclo da água em detalhe, o transporte da água da atmosfera para a superfície da terra e, claro, as diferentes formas de precipitação. A menina diz “OK” com um olhar em branco e, em seguida, caminha longe.
8. Quando você fala sobre seu trabalho, as pessoas pensam que você está louca.
Sim, não são apenas crianças, mas também adultos que não conseguem entender as coisas que você tenta explicar. Geralmente, alguém vai se arrepender de perguntar sobre o seu trabalho. Mas não é culpa sua. Às vezes, você não pode deixar de soar como um marciano da sexta dimensão do universo, segundo Scott Wells Queiroz.

9. Você vai além de projetos … projetos de ciência de seu filho.
Provavelmente você projetou o projeto desta criança no AutoCAD ou no SolidWorks. Você provavelmente usou PSpice se você jogou em alguma eletrônica. Enquanto isso, os colegas de seu filho têm um pouco de bicarbonato de sódio e vinagre para seu vulcão, ou uma batata para seu relógio.

10. As pessoas da Radio Shack não podem responder às suas perguntas.
Eles são sempre ótimos em ajudá-lo a localizar o que você precisa. Mas essas perguntas intrincadas e complicadas são algo que você tem que lidar por conta própria.
11. Você foi o presidente do clube de áudio-visual, robótica, matemática e / ou codificação em sua escola.
Seu amor pela tecnologia eo desconhecido é tão real quanto o seu vício de compras na Jameco Electronics.
12. As pessoas pensam que você sabe tudo!
A verdade da questão é que se você é um engenheiro, você percebeu há muito tempo que você não sabe nada. E isso é ótimo! Isso significa que sua mente está aberta a tudo.
13. As coisas que você aprendeu como um estudante de engenharia não são as coisas que você faz como um engenheiro no mundo real.
Na faculdade, aquelas palestras, projetos sem fim, relatórios técnicos e loucura matemática eram tudo para ajudá-lo a se perder no “campo de distorção da realidade”. É um lugar onde nada é o que parece. Você tem que perder a cabeça como um estudante de engenharia primeiro a fim de abraçar a mentalidade “tudo é possível” todos os engenheiros devem abraçar.
14. Você invejava os majores não engenheiros.
Eles tinham tal equilíbrio em sua vida. Eles foram para a aula, foram para a biblioteca, e então, eles realmente tiveram tempo para sair. Nem sequer me faça começar

Civil Engineer Salaries [Sobre esta seção] [More salary / earnings info] [To Top]
O salário médio anual para engenheiros civis foi de US $ 82.050 em maio de 2014. O salário médio é o salário em que metade dos trabalhadores em uma ocupação ganhou mais do que esse montante e metade ganhou menos. Os 10 por cento mais baixos ganharam menos de 52.570 dólares, e os 10 por cento mais altos ganharam mais de 128.110 dólares.

Em maio de 2014, os salários médios anuais para engenheiros civis nas principais indústrias em que trabalhavam eram os seguintes:

Governo Federal, excluindo o serviço postal $ 90,340
Governo local, excluindo educação e hospitais 85.820
Serviços de engenharia
Governo estadual, excluindo educação e hospitais 78.330
Construção de edifícios não residenciais 74.030
Os engenheiros civis geralmente trabalham em tempo integral e cerca de 1 em cada 4 trabalhou mais de 40 horas por semana em 2014. Engenheiros que dirigem projetos podem precisar trabalhar horas extras para monitorar o progresso dos projetos, garantir que os projetos atendam aos requisitos e garantir Que os prazos são cumpridos.

Job Outlook for Civil Engineers [Sobre esta seção] [To Top]
O emprego de engenheiros civis é projetado para crescer 8 por cento de 2014 para 2024, cerca de rápido como a média de todas as ocupações. Como a infra-estrutura continua a envelhecer, engenheiros civis serão necessários para gerenciar projetos para reconstruir pontes, reparar estradas e atualizar diques e barragens, bem como aeroportos e edifícios.

A crescente população que leva à crescente urbanização significa que novos sistemas de água serão necessários, enquanto, ao mesmo tempo, o envelhecimento, sistemas de água existentes devem ser mantidos para reduzir ou eliminar vazamentos. Além disso, mais plantas de tratamento de resíduos serão necessários para ajudar a limpar as vias navegáveis ​​do país. Os engenheiros civis continuarão a desempenhar um papel fundamental em todo este trabalho.

O trabalho de engenheiros civis será necessário para projetos de energia renovável. Muitas vezes, obter licenças para muitos desses projetos leva anos, e engenheiros civis desempenham um papel fundamental no processo. Assim, à medida que esses novos projetos ganham aprovação, engenheiros civis serão mais envolvidos na supervisão da construção de estruturas como parques eólicos e matrizes solares.

Embora os Estados continuem a enfrentar desafios financeiros e possam ter dificuldade em financiar todos os seus projetos que precisam de atenção, alguns dos projetos que foram adiados terão que ser concluídos para construir e manter infra-estrutura crítica e para proteger o público e os meio Ambiente.

Veja mais em:

http://scottwellsqueiroz.bravesites.com

 

http://scottwellsqueiroz.snack.ws

 

http://scottwellsqueiroz.tumblr.com

 

http://scottwellsqueiroz.jigsy.com

 

http://scottwellsqueiroz.yolasite.com

 

https://scottwellsqueiroz.wordpress.com

 

http://scottwellsqueiroz.page.tl

 

http://scottwellsqueiroz.webgarden.com

 

http://scottwellsqueiroz.beep.com

 

http://scottwellsqueiroz.jimdo.com

 

http://scottwellsqueiroz.webnode.com

Cerca de 400 mil manifestantes no RJ e 15 mil em SP pedem fim da corrupção 

Manifestação no Rio de Janeiro
Agência Estado

De acordo com informações da Polícia Militar (PM), cerca de 400 mil pessoas foram para a orla da praia de Copacabana no Rio de Janeiro, neste domingo, 4, em manifestação favorável à Operação Lava Jato e para pedir o fim da corrupção. Figuravam também entre os alvos do protesto os presidentes do Senado e da Câmara, respectivamente, senador Renan Calheiros e deputado Rodrigo Maia e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Os Estados de Alagoas, Amazonas, Bahia, Brasília, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Sergipe também organizaram atos, mas em nenhum desses locais houve adesão tão maciça quanto aquela ocorrida na Cidade Maravilhosa. Para se ter uma ideia, a PM estima que aproximadamente 15 mil pessoas estiveram no protesto organizados na capital paulista por movimentos como Vem Pra Rua, Movimento Brasil Livre e Nas Ruas e Intervencionistas.

Não há relatos de tumultos ou qualquer tipo de confusão. As manifestações foram pacíficas e estavam encerradas em todo o Brasil por volta das 18h.

Com informações do jornal “O Estado de S. Paulo”

Powered by WPeMatico

  • 1
  • 2